Karin com Você
Você está Lendo
Slow fashion: o que é e como ele pode salvar o planeta!
0

Slow fashion: o que é e como ele pode salvar o planeta!

Você já ouviu falar no slow fashion? Mais do que uma forma de produção de roupas, o conceito representa um movimento na indústria da moda que não para de crescer e atrair marcas comprometidas com o desenvolvimento sustentável.

Em 2021, o mundo ficou chocado com a quantidade de roupas descartadas por lojas de fast fashion no Deserto do Atacama. Doeu ver toneladas e toneladas de peças amontoadas formando um verdadeiro lixão “a céu aberto” em um dos lugares mais lindos da Terra.

Por isso, mais do que nunca é urgente mudarmos a nossa forma de fabricar e consumir bens. Nesse cenário, o slow fashion entra como uma alternativa ao fast fashion e propõe uma mudança de mentalidade que pode ajudar a salvar o mundo.

Em outras palavras, o movimento é uma forma de reduzir o lixo têxtil provocado pela indústria da moda. Aliás, você sabia que a moda é a segunda indústria que mais polui o meio ambiente? Ela perde apenas para a do petróleo.

Sendo assim, ao optarmos por formas de produção e consumo mais sustentáveis podemos ajudar a reduzir o lixo do planeta. Como resultado, é possível reverter cenários desoladores como poluição de oceanos, aquecimento global, extinção de espécies e muito mais.

Quer saber como fazer isso?

Então, confira o que é slow fashion e saiba como ela pode nos ajudar a salvar o meio ambiente!

O que é slow fashion?

Simplificando, slow fashion nada mais é do que o oposto da fast fashion. Assim, ela é um conceito que engloba uma conscientização e abordagem da moda que considera os processos e recursos necessários para fazer roupas, sapato etc. 

Em outras palavras, o conceito prioriza todo o processo de fabricação de peças, considerando os materiais usados e o impacto no meio ambiente.

Além disso, ela também valoriza artesãos e costureiros, pagando-lhes o preço justo pelo trabalho realizado. Neste aspecto, ela também se difere do fast fashion, conhecido por usar mão de obra escrava em fábricas da Ásia, África e outros países.

Sendo assim, a moda lenta e a moda sustentável tem muitas semelhanças. Afinal, ambas são movimentos irmãos e seguem as mesmas diretrizes gerais.

A principal diferença do slow fashion é que ele se concentra na redução do consumo e da produção mais especificamente.

Slow Fashion: O Que É E Como Ele Pode Salvar O Planeta!

Como surgiu o slow fashion

A última década viu uma onda de mudanças varrer todo o mundo da moda. Um número crescente de marcas está rejeitando os princípios do fast fashion e optando por uma abordagem mais sustentável.

O termo ‘slow fashion’ surgiu de forma bastante orgânica. Assim, ele foi determinado por Kate Fletcher do Center for Sustainable Fashion , seguindo os fenômenos do movimento slow food .

Assim como no movimento slow food, Fletcher constatou a necessidade de um ritmo mais lento na indústria da moda.

O slow fashion se opõe ao modelo fast fashion , que surgiu há cerca de 20 anos, onde as roupas ficaram mais baratas e os ciclos de tendências se aceleraram.

Com lojas como a H&M queimando muitas toneladas de roupas não vendidas por ano, fica claro que essa filosofia é uma parte necessária naõ só para o futuro da moda, mas também para o do planeta.

O slow fashion como um movimento que não para de crescer

Na era pré-Revolução Industrial, as roupas e sapatos eram produzidas localmente. Assim, as pessoas compravam roupas duráveis ​​que poderiam servi-las por muito tempo.

Além disso, outra opção era fazer as suas próprias peças com os tecidos e recursos disponíveis. Dessa maneira, as vestimentas refletiam o lugar e a cultura das pessoas que as usavam.

Sendo assim, o movimento sugere também uma mudança na forma como consumimos e vemos a moda.

São eles:

1. Reduzir o consumo

O movimento slow fashion é totalmente contra a cultura do consumo excessivo e desnecessário. Nesse sentido, ela também vai à contramão do fast fashion que não só estimula o consumismo, como vive dele.

Por isso, antes de comprar qualquer peça de roupa, sapato ou acessório é fundamental “dar um passo para trás” e refletir. Assim, antes de sair por aí passando o cartão de crédito é necessário pensar bastante.

Algumas perguntas que você pode se fazer antes de decidir levar algo são:

  • Eu realmente preciso disso?
  • Será que usarei esta peça mais de uma vez?
  • Ela combina com as outras peças que tenho no meu armário?
  • Será que eu já´não tenho uma roupa parecida em casa?
Slow Fashion: O Que É E Como Ele Pode Salvar O Planeta!

2. Compre mais peças de ‘segunda mão’

Além de incentivar a pensar antes de realizar uma compra, o slow fashion também nos estimula a optar por peças de “segunda mão” quando pudermos.

Assim, você pode comprar suas roupas em brechós e até mesmo em aplicativos de desapego. Além de ajudar o planeta você também irá economizar muito dinheiro.

3. Priorize a qualidade das peças

Na hora de comprar roupas novas, em vez de comprar várias roupas baratas, consumidores conscientes investem em peças de maior qualidade.

Desse modo, essas peças são feitas a partir de processos e tecidos mais sustentáveis ​​que enfatizam a arte de fazer roupas e celebram as habilidades dos artesãos.

Assim, nada de comprar seis tops baratos de poliéster, que durarão apenas algumas lavagens. Ao invés disso, compre dois ou três tops feitos de tecidos como algodão e linho, por exemplo. Certamente, eles irão durar muito mais!

4. Recicle

Finalmente, o slow fashion propõe que paremos de tratar nossas roupas como descartáveis. Nesse sentido, é importante que​​ nos esforcemos para consertá-las, reciclá-las, distribuí-las ou descartá-las com responsabilidade quando não nos servirem mais. 

A moda lenta tem recebido um apoio crescente nos últimos anos. Isso porque os consumidores exigem mais sustentabilidade e padrões éticos das empresas.

Como mostra a pesquisa, 19% das principais pesquisas relacionadas ao slow fashion estão ligadas ao meio ambiente, ética e sustentabilidade.

À medida que a conscientização e a popularidade aumenta, o planeta e todos os seus habitantes se beneficiam dessa abordagem mais lenta e ponderada da moda.

  • Em seguida, confira também Upcycling na moda: o que é e como você pode aderir à tendência no seu dia a dia!
Slow Fashion: O Que É E Como Ele Pode Salvar O Planeta!
Fonte: OLX

Algumas características de uma marca slow fashion

  • Feito de materiais sustentáveis ​​de alta qualidade, como linho
  • As roupas são mais atemporais do que modernas
  • Muitas vezes vendido em lojas menores (locais) em vez de grandes empresas de cadeia
  • Vestuário de origem local, produzido e vendido
  • Poucos estilos específicos por coleção, que são lançados duas vezes ou no máximo três vezes por ano, ou uma coleção permanente sem temporada
  • Muitas vezes feito sob encomenda para reduzir a produção desnecessária

Slow fashion: o futuro da moda

Como vimos, mais do que nunca as pessoas estão optando por formas sustentáveis e conscientes de consumo. Neste cenário, o slow fashion aparece como uma contraposição ao fast fashion, um modelo de produção antiético e altamente prejudicial ao meio ambiente.

Por isso, ações como reduzir o consumo excessivo, reaproveitar peças e comprar roupas de lojas que respeitem o meio ambiente são mais que necessárias.

Elas são imprescindíveis para salvar o planeta.

Por fim, veja também o artigo sustentabilidade na moda e saiba quais são as 6 atitudes que você pode tomar para ajudar o planeta !!

Aproveite e dê uma olhada em todas as dicas de moda e estilo e aproveite e siga também a Karin Matheus no Instagram para mais dicas de empoderamento, moda, estilo e sustentabilidade!